Renda Variável

Quando se compra uma ação, o investidor torna-se sócio daquela empresa. Além de poder aumentar o seu patrimônio proporcionalmente à valorização da empresa, a empresa poderá distribuir o lucro entre os acionistas.

Saiba mais

Uma Opção é um contrato de direito sobre determinado ativo. As opções são um tipo de derivativo que dá o direito, mas não a obrigação, de comprar ou vender um ativo em uma determinada data a um determinado preço, podendo fazer desta forma, uma espécie de “hedge” (proteção) do capital.

Saiba mais

Os Brazilian Depositary Receipts são certificados de depósitos, emitidos e negociados no Brasil, com lastros em valores mobiliários de emissão de empresas estrangeiras.

Saiba mais

Como comprador ou vendedor do contrato a termo, o investidor se compromete a comprar ou vender certa quantidade de um ativo financeiro, por um preço fixado ainda na data de realização do negócio.

Saiba mais

BTC nada mais é do que o aluguel de ações. Consiste em emprestar ativos a uma taxa de juros determinada no ato da aplicação com um prazo de vencimento determinado pelas partes.

Saiba mais

Os contratos futuros são termos de compra e venda padronizados e através deles, as partes compradoras e vendedoras se comprometem a comprar e a vender determinado ativo, em determinada data e um preço determinado. Podem ser negociados ativos como: Boi Gordo, Café, Soja, Milho, Etanol, Petróleo, Ouro, Dólar entre outros.

Saiba mais

BTC nada mais é do que o aluguel de ações. Consiste em

Os Exchange Traded Funds são fundos de Índices (Ishares). Buscam retornos de investimento que correspondam, de forma geral, ao desempenho de um determinado índice de referência.

Saiba mais

O COE (Certificado de Operações Estruturadas) é um composto de títulos de Renda Fixa e papéis de Renda Variável, ou seja, possui diferentes remunerações (Benchmark) dentro de um único contrato. Quando se cria uma operação estruturada, o investidor tem a possibilidade de ter o capital parcialmente ou integralmente protegido.

Saiba mais