Renda Fixa

Os CDBs (Certificado de Depósito Bancário) são títulos de renda fixa emitidos por bancos e vendidos ao público como forma de captação de novos recursos. Ou seja, um CDB é uma “espécie” de empréstimo que o investidor faz a um banco em troca de rentabilidade (juros) sobre o valor aplicado.

Saiba mais

As letras de crédito imobiliário (LCI) são instrumentos de captação de recursos financeiros, com objetivo de financiar obras dos setores imobiliários. As letras de crédito do Agronegócio (LCA) por sua vez, captam recursos financeiros para investimentos em setores do agronegócio.

Saiba mais

Os Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) são instrumentos de captação de recursos destinados a financiar transações do mercado financeiro, possuem seus lastros aplicados em créditos imobiliários. Os Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRA) por sua vez, são instrumentos de captação de recursos destinados a financiar transações do mercado do agronegócio e tem seus lastros aplicados em produtores rurais.

Saiba mais

As Letras de Câmbio são títulos de Renda Fixa que buscam colher novos recursos para financiamento do crédito direto ao consumidor. Os investidores emprestam seus recursos à emitente desses papéis em troca de pagamentos de juros anuais, e as emitentes cedem o crédito necessário ao consumidor.

Saiba mais

O COE (Certificado de Operações Estruturadas) é um composto de títulos de Renda Fixa e papéis de Renda Variável, ou seja, possui diferentes remunerações (Benchmark) dentro de um único contrato. Quando se cria uma operação estruturada, o investidor tem a possibilidade de ter o capital parcialmente ou integralmente protegido.

Saiba mais

Debêntures são títulos de empresas privadas que possuem finalidade de captarem recursos a médio e longo prazo no mercado. Esses recursos são utilizados como investimento nas operações da companhia emitente do papel.

Saiba mais

São títulos de renda fixa emitidos pelo Governo, com a finalidade de captar novos recursos para o financiamento da atividades públicas em geral. Em função disto, os títulos públicos são vistos como investimentos de baixo risco.

Saiba mais